Brindes ecológicos personalizados: uma tendência a considerar durante a retoma

MARKETEER CONTENTS

Apesar de não estar no topo das preocupações dos portugueses, a ecologia ocupa, actualmente, um lugar de destaque na nossa sociedade. A cada dia que passa, cidadãos e empresas estão cada vez mais conscientes da necessidade e importância de proteger o planeta para as gerações futuras. E, tanto é assim, que em dezembro de 2020 havia duas empresas portuguesas distinguidas entre as mais sustentáveis da Europa no índice Euronext Vigeo-Eiris Europe 120. E uma delas – a EDP – foi inclusivamente incluída do ranking mundial das empresas com práticas mais ecológicas e sustentáveis.

Neste âmbito, são cada vez mais as marcas nacionais que optam por estratégias de Marketing Verde ou Ecológico, adoptando práticas que provoquem um menor impacto no meio ambiente, seja nos seus processos produtivos, como nas mensagens que transmitem no âmbito das suas campanhas publicitárias e nos formatos utilizados para este fim.

Como consequência, os brindes de empresa ecológicos também foram ganhando importância ao longo dos últimos anos e são agora uma tendência global no mercado dos produtos promocionais. Uma área na qual a Gift Campaign, uma start-up de origem catalã lançada recentemente em Portugal, é especialista. No catálogo de brindes publicitários da Gift Campaign é possível encontrar diversas opções sustentáveis e ecologicamente correctas, que vão desde cadernos fabricados com materiais reciclados, a esferográficas feitas em materiais naturais como o cartão, bambu ou cortiça, passando por garrafas e sacos de tecido reutilizáveis, ou mesmo pen drives em madeira, para dar apenas alguns exemplos.

Para Diederik de Koning, CEO da Gift Campaign, “é importante garantir que os produtos escolhidos para o merchandising de cada empresa tenham uma relação directa com a mensagem, valores da empresa e a imagem que pretende transmitir. E a ecologia, assim como a responsabilidade ambiental, são aspectos cada vez mais valorizados tanto no mundo empresarial, como entre os consumidores”.

De facto, são cada vez mais os consumidores que manifestam a sua preferência por marcas sustentáveis no momento de fazer uma compra ou consumir um produto. De acordo com o estudo “Consumo Sustentável na Europa”, divulgado em Fevereiro de 2020 e realizado em quatro países – Portugal, Espanha, França e Hungria – pelo Oney e pela OpinionWa, “90% dos consumidores são sensíveis ao consumo sustentável (85% em Portugal)”, e uma percentagem similar quer que “as empresas se comprometam e que os ajudem a melhorar, através da disponibilização de produtos e práticas mais sustentáveis e responsáveis”.

E há mesmo clientes que se dirigem directamente às marcas para exigir que modifiquem determinadas práticas pouco ecológicas. Veja-se o exemplo aqui mencionado das duas crianças britânicas que deram início, em 2019, a uma petição para que a McDonald’s e a Burger King pusessem fim aos brinquedos de plástico que oferecem como brinde junto às suas refeições.

Além disso, muitos consumidores estão inclusivamente dispostos a pagar mais por produtos que são ecológicos e que terão um menor impacto no meio ambiente, seja durante o processo de produção como depois da sua utilização, quando termine a sua vida útil. Pelo que, ao adoptar estratégias e práticas mais ecológicas, as empresas saem beneficiadas (podendo inclusivamente aumentar as vendas) e melhoram a sua imagem junto aos clientes.

Por outro lado, desde um ponto de vista mais comercial, para o responsável da Gift Campaign Diederik de Koning, “paralelamente à sustentabilidade dos brindes publicitários, é igualmente crucial assegurar a funcionalidade do artigo. A razão é simples: quanto mais útil o produto for para o destinatário, maior visibilidade dará à marca, pelo período prolongado de utilização”.

O mesmo responsável destaca que os brindes personalizados, em geral, vão assumir um papel de relevo durante a retoma económica, depois de superada a crise sanitária causada pela pandemia de Covid-19. Essencialmente quando voltar a ser possível organizar eventos profissionais presenciais, como feiras e congressos. “Confiamos em que esta é uma oportunidade excelente para refrescar a imagem de muitas empresas e de estabelecer uma nova relação com os clientes, adaptando-se aos novos hábitos de consumo surgidos com a epidemia. E os brindes personalizados vão desempenhar um papel fundamental neste processo de reaproximação, retenção e atracção de clientes. Terá que haver um grande investimento em Marketing por parte das empresas para voltar a posicionar-se no mercado”.

E, como apontam diversos estudos, a adopção de uma estratégia de Marketing Verde ou Ecológico é uma das apostas vencedoras durante este processo de retoma. Porque todos saem a ganhar: as empresas, os consumidores e o planeta.

 

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...