Bebidas não-alcoólicas crescem 9% em Portugal

A categoria de bebidas é a mais dinâmica da quadrissemana de 11 de Setembro a 8 de Outubro, tendo crescido 6,9%. É também a mais dinâmica do acumulado até ao final do terceiro trimestre (+7,3%), de acordo com o mais recente Nielsen Scantrends.

Segundo a Nielsen, as bebidas não-alcoólicas foram as que apresentaram um maior crescimento – mais 9% – ao longo dos três primeiros trimestres do ano. As bebidas alcoólicas também cresceram mas apenas 6%.

A alimentação, por seu turno, apresenta um dinamismo de 3% na quadrissemana em análise, com as marcas de fabricante a crescer acima das marcas de distribuição: 3,7% vs 2,7%. No acumulado do ano, esta categoria cresceu 2,7%. Neste caso, as marcas de distribuição cresceram mais do que as de fabricante.

Destaque para a mercearia e congelados, que subiram 3%, e para os lacticínios, que cresceram 1%, entre Janeiro e Setembro.

No geral, os bens de grande consumo registaram um aumento de 3,6% na quadrissemana, face a um período homólogo em que já crescia 4,3%. As marcas de fabricante cresceram 4%, mostrando um maior dinamismo do que as marcas de distribuição (+2,7%).

No acumulado do ano, até ao final do terceiro trimestre, os bens de grane consumo cresceram 3,5%, com as marcas de distribuição a surgirem em destaque: 3,9% vs 3,3% das marcas de fabricante.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...