Azul, verde e amarelo: ecopontos têm uma nova ordem

Mais de 78.300 ecopontos de Portugal estão a ser reorganizados para que apresentem a mesma sequência: azul, verde e amarelo. Até Fevereiro do próximo ano, todos os equipamentos de reciclagem deverão estar nesta ordem, numa iniciativa promovida pelo Grupo EGF e pelas suas 11 concessionárias.

O objectivo é aumentar a reciclagem, sob o mote “Não é só uma campanha, é um movimento colectivo e inclusivo”. Segundo o grupo, é mesmo o maior movimento de sensibilização ambiental de sempre tendo em vista a mudança de comportamentos.

A reorganização dos ecopontos é apenas uma das acções planeadas, tendo sido desenhada para promover a reciclagem junto dos cidadãos com limitações visuais. Desta forma, podem estar seguros de que a ordem é sempre a mesma: primeiro o papel e o cartão, depois o vidro e de seguida o plástico e o alumínio.

«Com esta acção, não só queremos ter mais cidadãos a reciclar, como queremos que reciclem melhor e para isso temos de ser cada vez mais inclusivos. A campanha – ‘O Futuro do Planeta Não é Reciclável’ – é mais do que um filme publicitário, este é o maior movimento de sensibilização que alguma vez foi feito, porque juntos poderemos ser o motor de uma mudança necessária e urgente», afirma Emídio Pinheiro, presidente do Conselho de Administração da EGF.

A EGF convidou também todos os sistemas de tratamento e valorização de resíduos, câmaras municipais e organizações a adoptar o mesmo procedimento, uniformizando esta prática em todo o País.

Além da reorganização, EGF revela que o código da reciclagem presente em vários suportes informativos passa a estar disponível em audiodescrição. Desta forma, os cidadãos cegos ou com dificuldades de visão podem ouvir as regras disponíveis no site da EGF ou ouvir o anúncio da campanha neste formato.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...