Apple regista lucros e vendas recorde

AppleNo primeiro trimestre fiscal de 2012, o primeiro sob a liderança de Tim Cook, a Apple alcançou um lucro líquido de 13,06 mil milhões de dólares (aproximadamente 10 mil milhões de euros), que compara com o resultado homólogo de 6 mil milhões de dólares. Na origem destes lucros inéditos está a venda recorde de iPhones e iPads.

No primeiro trimestre fiscal do ano, que terminou a 31 de Dezembro de 2011, as receitas da tecnológica dispararam 73% para 46,33 mil milhões de dólares (cerca de 35,7 mil milhões de euros), face aos 26,74 mil milhões de dólares arrecadados em igual período do ano transacto. No próximo trimestre fiscal, a empresa estima alcançar vendas no valor de 32,5 mil milhões de dólares, segundo informa em comunicado.

Estes resultados foram dinamizados, sobretudo, pelas vendas, também inéditas, de iPhones e iPads, os dois produtos que mais cresceram no portefólio da tecnológica. Durante este trimestre, que durou 14 semanas, a empresa sediada em Cupertino, Califórnia, vendeu mais de 37 milhões de smartphones em todo o mundo, o que representa um aumento de 128% face ao período homólogo. A Apple vendeu ainda cerca de 15,43 milhões de tablets, mais 111% em relação ao ano passado, e 5,2 milhões de computadores, um crescimento face ao período homólogo de 26%. A contrariar esta onda positiva estiveram apenas as vendas de iPods, que diminuíram 21% para um total de 15,4 milhões de unidades comercializadas.

Os lucros e vendas recorde da Apple colocam a tecnológica norte-americana em níveis financeiros estratosféricos. De acordo com os dados da agência Bloomberg, estes resultados trimestrais não são apenas os maiores de sempre da Apple, como estão entre os mais altos alguma vez registados, colocando a empresa da maçã na mesma liga que companhias como a petrolífera norte-americana Exxon Mobil ou a energética russa Gazprom.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...