Apple irá produzir Macs nos EUA

A Apple prepara-se para investir mais de 100 milhões de dólares (aproximadamente 77,5 milhões de euros) na produção de computadores da gama Mac no seu mercado de origem, o norte-americano. Há vários anos que os computadores da marca são produzidos, maioritariamente, no mercado chinês.

«No próximo ano, vamos trazer alguma da produção para os Estados Unidos da América», anunciou o CEO da Apple, Tim Cook, em entrevista concedida à Bloomberg Businessweek, sem adiantar como será distribuída a produção entre os mercados chinês e norte-americano.

De acordo com a agência Bloomberg, até ao final dos anos 90, a empresa fabricava e montava muitos dos seus produtos nos Estados Unidos da América. Porém, nessa altura, movimentou quase toda a produção para a Ásia, onde a mão-de-obra é mais barata. Segundo a Bloomberg, não é, no entanto, expectável que o regresso ao mercado norte-americano provoque uma redução significativa das margens de lucro da empresa.

Sem especificar as cidades norte-americanas onde serão produzidos os computadores Mac, Tim Cook adiantou apenas que a produção será realizada em parceria com outras empresas, o que, de resto, é prática corrente da empresa da maçã – da rival Samsung chegam, por exemplo, vários componentes para o iPad e iPhone, desde ecrãs a memórias de semicondutores, o que leva a que a Apple contribua para 9% das receitas globais da empresa sul-coreana.

Segundo Tim Cook, a decisão de transferir parte da produção para o mercado norte-americano prende-se também com a vontade que a Apple tem de gerar mais empregos no seu mercado de origem, onde a taxa de desemprego ronda, actualmente, os 8%. O responsável revelou que várias componentes para iPad e iPhone são produzidos nos Estados Unidos, nomeadamente no Kentucky, e salientou que a criação do iPhone, em 2007, impulsionou o mercado das aplicações móveis.

Os computadors Mac contribuem para cerca de 15% do volume de negócios global da Apple.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...