Apple aposta na geolocalização indoor

AppleA Apple chegou a acordo para a adquirir a WiFiSLAM, uma startup especializada no desenvolvimentos de mapas no interior de edifícios. O negócio poderá significar que a tecnológica se prepara para adicionar a funcionalidade de localização indoor ao seu serviço de mapas próprio, o que tem sido criticado, sobretudo após a última actualização.

O software criado pela WiFiSLAM permite que os utilizadores de smartphones indiquem a sua localização específica dentro de um edifício com uma eficácia até 2,5 metros, aproveitando a rede wi-fi no interior desses edifícios. A funcionalidade pode ajudar os utilizadores a encontrar uma localização mesmo quando estão no interior de um bar, escritório ou centro comercial, por exemplo.

A informação foi avançada pelo The Wall Street Journal e, entretanto, confirmada pela Apple, que se escusou, no entanto, a divulgar quaisquer pormenores sobre o negócio. «A Apple compra companhias tecnológicas mais pequenas de vez em quando, e regra geral não discutimos publicamente os nossos propósitos ou planos», disse simplesmente Steve Dowling, porta-voz da Apple. De acordo com o The Wall Street Journal, que cita uma fonte ligada ao processo, a empresa liderada por Tim Cook desembolsou 20 milhões de dólares (cerca de 15,4 milhões de euros).

A Apple não está, no entanto, sozinha na corrida aos serviços de geolocalização indoor. A Google já permite, por exemplo, o acesso ao interior de museus através do Google Maps.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...