“Angry Birds” vai ter loja na China

Angry BirdsA Rovio Entertainment, empresa responsável pelo jogo para dispositivos móveis “Angry Birds”, vai inaugurar a sua primeira loja este ano, na China, o seu mercado de crescimento mais acelerado.

A empresa espera registar vendas de 100 milhões de dólares (mais de 72,5 milhões de euros) no mercado chinês, no primeiro ano de operações das lojas, referiu Peter Vesterbacka, Chief Marketing Officer da empresa, citado pela AdAge. O responsável não adiantou, no entanto, possíveis localizações ou quantas lojas a empresa com sede na Finlândia planeia abrir.

O jogo “Angry Birds” tem várias versões, nas quais os utilizadores usam uma fisga virtual para disparar contra pássaros, em estruturas ocupadas por porcos verdes. A Rovio comercializa merchandising como peluches, chinelos e fatos de Halloween, através da sua loja online. A marca é, aliás, a mais copiada na China, afirmou Peter Vesterbacka, pelo que a Rovio se está a inspirar no merchandising pirateado para o desenvolvimento de novas ideias e produtos. Uma espécie de “pirataria aos piratas”.

Ao merchandising cabe uma fatia de entre 10% e 20% do negócio, e por mês são vendidas um milhão de unidades de peluches, assegurou Vesterbacka em entrevista à Bloomberg. A empresa “loucamente lucrativa” pode mesmo vender acções ao público no próximo ano, e está avaliada em mais de mil milhões de dólares, disse o responsável.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...