ANA nas mãos dos franceses da Vinci

Os franceses da Vinci (que estavam já presentes em Portugal enquanto acionistas da Lusoponte, concessionária das pontes Vasco da Gama e 25 de Abril até 2030) vão pagar 3080 milhões de euros pela aquisição de 95% do capital da ANA – Aeroportos de Portugal. A secretária de Estado do Tesouro, Maria Luís Albuquerque, afirmou ontem que a proposta da Vinci era a que apresentava «o valor mais elevado», realçando que foi também avaliada «como a melhor do ponto de vista estratégico», refere o jornal Oje. Em conferência de imprensa a governante explicou que “a proposta prevê que Lisboa seja centro do seu negócio aeroportuário com planos significativos de crescimento”.

Deste modo eleva-se para 6400 milhões de euros o encaixe do Estado com o programa de privatizações. A secretária de Estado do Tesouro considerou que “o programa de privatizações é revelador da capacidade de atracção de investimento estrangeiro, capacidade do Governo de obter encaixe financeiro significativo e acima das expectativas”.

A privatização da ANA abrange os aeroportos de Lisboa, Faro, Porto, Ponta Delgada, Santa Maria, da Horta, Flores e o designado terminal civil de Beja.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...