A sua marca é (verdadeiramente) sustentável?

havas-final«As pessoas preocupam-se com o tema da sustentabilidade, querem e esperam que as empresas façam algo a esse respeito, mas são bastante cépticas porque acham que as empresas fazem pouco ou fazem-no por questões de imagem.» Esta foi uma das conclusões apresentadas esta manhã por Sara de Diós López, directora Global de Business Inovation da Havas Media, uma das speakers convidadas para a cerimónia de entrega do Prémio de Jornalismo de Sustentabilidade que decorreu esta manhã em Lisboa.

No estudo Sustainable Futures, levado a cabo com 150 empresas no ano passado e 300 este ano, através de mais de 30 mil entrevistas a consumidores em 9 países (Espanha, França, Reino Unido, Alemanha, Brasil, México, Estados Unidos, China, Índia), a Havas Media concluiu que as pessoas esperam que os produtos «sejam produzidos de forma sustentável, responsável e ética, e que ajudem as comunidades», acrescentou a mesma responsável.

Na quinta edição do Programa Futuro Sustentável, levada a cabo pelo Banco Espírito Santo e pelo jornal Expresso, foram premiados a jornalista Alexandra Correia e o fotógrafo Luís Barra pela peça “A vida nas grandes barragens”, publicada na Visão em Outubro de 2010. Receberam ainda menções honrosas os jornalistas Paulo Moura e Manuel Carvalho, por trabalhos para o Público, e Fátima Caçador, com um trabalho para o Jornal de Negócios.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Portugal atraiu 610 estrangeiros «altamente qualificados» através deste programa
Automonitor
Confirmado: Peugeot 508 Sport Engineered chega em 2020