A nova Victoria’s Secret é mais confortável e menos sexy

A Victoria’s Secret está prestes a ter um novo proprietário. A Sycamore Partners tenciona adquirir uma posição maioritária na marca de roupa interior e cosmética, roubando o controlo à L Brands. A operação, anunciada esta semana, poderá resultar em mudanças significativas na estrutura accionista, mas também no negócio.

Segundo adianta o Business Insider, as alterações a caminho poderão ir desde o encerramento de lojas, a spin-offs de marcas e adopção de um novo posicionamento. Sob a liderança da Sycamore Partners, a Victoria’s Secret poderá substituir o carácter sexy que tem acompanhado a marca ao longo dos anos por uma postura pautada pelo conforto e funcionalidade.

A previsão tem por base a opinião de analistas e o historial da Sycamore Partners no que concerne investimento em retalho. «Na nossa perspectiva, a Sycamore quererá maximizar o seu investimento», indica Neil Saunders, managing director da GlobalData Retail. Em comunicado, citado pela mesma publicação, o analista indica que o caminho mais provável passará por conceitos como autenticidade.

«Em termos de produtos, esperamos que continuem a estar na moda e divertidos, mas com uma ênfase maior em conforto, funcionalidade, materiais e deixar os consumidores a sentirem-se bem consigo próprios», adianta Neil Saunders.

Perante o negócio em cima da mesa, Leslie Wexner deixará os cargos de chairman e Chief Executive Officer da L Brands, mas continuará ligado à empresa através da administração.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...