43,4% da população mundial vai estar nas redes sociais em 2020

Este ano, mais de três mil milhões de pessoas de todo o mundo usarão redes sociais, o equivalente a 43,4% da população global. Trata-se de um salto em relação aos 38,9% verificados no ano passado. Embora outras plataformas estejam a ganhar terreno, o Facebook continuará a liderar – ainda que se preveja um abrandamento do crescimento e até um recuo em vários mercados.

O cenário é desenhado pela eMarketer, que aponta o Instagram como a segunda maior rede social em 2020, fazendo com que Mark Zuckerberg seja o proprietário das duas principais plataformas. Snapchat e Twitter surgem logo a seguir, mas também será importante ter em atenção as redes que crescem nos mercados da China e Rússia.

No ano passado, o Facebook somou mais de 1,7 mil milhões de utilizadores activos mensais, assumindo o título de rede social mais popular em todos os mercados analisados pela eMarketer, com excepção da China (de onde está banido), Rússia e Japão. Deverá ver a penetração junto dos internautas de todo o mundo subir de 45,2% em 2019 para 46,1% em 2023.

Apesar de se tratar de um crescimento, verifica-se um ritmo mais lento do que o habitual. Em mercados mais maduros como os Estados Unidos da América e Europa Ocidental, poderá mesmo estagnar.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...