Zon Optimus faz disparar lucros da Sonae

sonaeA Sonae SGPS fechou o ano passado com um resultado líquido de 319 milhões de euros, o que compara com os 33 milhões de euros acumulados no exercício anterior. A empresa justifica o aumento sobretudo com os ganhos relacionados com a fusão entre a Zon e a Optimus.

Em 2013, os resultados indirectos da Sonae ascenderam a 289 milhões de euros, incluindo um ganho de 443 milhões de euros com a fusão, além de outros resultados indirectos da Sonae Sierra, adianta a empresa em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

As receitas subiram 3,2%, para 4,82 mil milhões de euros, “beneficiando do contributo positivo de todos os negócios”, sublinha o grupo. O EBITDA (resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações) subiu 1,2%, para 475 milhões de euros, enquanto a margem EBITDA recuou dois pontos percentuais, para 9,8%.

A Sonae MC, a unidade de negócios dedicada ao retalho alimentar, obteve um volume de negócios de 3,42 mil milhões de euros, mais 4,1% em relação a 2012. De acordo com a Sonae, este crescimento fica a dever-se sobretudo à abertura de 70 novas lojas em 2013, “sendo de registar a abertura de uma loja Continente em Portimão, que substitui a loja algarvia que sofreu um incêndio, 11 Continente Modelo (incluindo oito na Madeira) e cinco Continente Bom Dia”, bem como a expansão do conceito de franchising Meu Super. No total, a Sonae MC chegou ao final do ano com um parque de 548 lojas.

No retalho especializado, as vendas da Sonae SR mantiveram-se estáveis em 1,21 mil milhões de euros, ainda que o negócio tenha caído 0,3% no mercado português, para 877 milhões de euros. Ao todo, foram inauguradas 11 novas lojas da Sonae SR, para um total de 579 espaços. “Através de lojas próprias e em [regime de] franchising, as marcas da Sonae SR entraram em seis novos países durante 2013 – Estados Unidos, Jordânia, Líbano, Marrocos, Qatar e St Marteen – alargando a sua presença a 16 mercados no final do ano”, sublinha a Sonae.

No total, o grupo investiu 164 milhões de euros nos negócios de retalho no ano passado, mais 29% em relação a 2012.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...