Wonther vai a Nova Iorque promover a igualdade de direitos humanos

A marca de joalharia portuguesa Wonther vai juntar-se a outras 15 marcas para a criação de um evento virtual cujas vendas irão reverter para a Equal Justice Initiative.

Trata-se de uma defensora dos direitos humanos nos Estados Unidos da América, cujo foco está nas comunidades discriminadas marginalizadas pela pobreza. O objectivo da entidade passa por actuar na questão racial do país, focando-se nas áreas da reforma do sistema criminal, justiça racial e educação pública.

As 15 marcas que compõem o The Creative Bazaar pertencem a artistas de áreas como a joalharia, cerâmica ou tapeçaria. A Wonther é a única marca portuguesa representa.

«Numa altura em que tanto se fala sobre racismo, injustiça racial e falta de direitos humanos, considero que as marcas devem ter uma posição clara sobre o assunto, e mais do que isso, devem produzir acções de acordo com o que acreditam. Quando me convidaram para esta iniciativa fiquei muito orgulhosa por pensarem em nós», afirma Olga Kassian, fundadora da Wonther.

Todas as marcas irão contribuir com 10% dos seus lucros para esta associação. Oferecerão ainda workshops online sobre a sua actividade.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...