Weborama responde ao futuro da publicidade segmentada: ”Goldenfish uma plataforma de IA semântica cookieless”

MARKETEER CONTENTS

Em entrevista Luís Castanho apresenta GoldenFish, a solução de nova geração sem cookies e Id-Less da Weborama para responder ao futuro da publicidade segmentada

Enquanto o mercado de publicidade digital é afetado pelo anunciado fim do uso de cookies de terceiros, a Weborama anuncia hoje a sua solução GoldenFish.

Em entrevista à Marketeer, Luis Castanho, Managing Director da Weborama Ibérica, detalha o funcionamento, os benefícios e os primeiros resultados que sua nova solução traz.

Os anúncios da Google vinculados à eliminação dos “cookies de terceiros” do seu navegador estão causando mudanças profundas na publicidade online. Como se posiciona a Weborama?

Por mais de 10 anos, a Weborama tem investido ativamente na criação de soluções de dados e ferramentas de inteligência artificial semântica. Nesta linha de inovação e melhoria constante, a empresa desenvolveu a primeira solução sem cookies e sem ID’s totalmente “Privacy by design”: GoldenFish, alimentado pela tecnologia de IA semântica da Weborama. Muitos anunciantes de diferentes setores já estão utilizando a solução e as campanhas publicitárias têm apresentado uma eficácia muito satisfatória em termos de alcance, visibilidade, taxa de cliques e custos de aquisição.

A nossa oferta GoldenFish permite a criação de segmentos contextuais personalizados com base no corpus linguístico Weborama que contém mais de 200 milhões de URLs qualificados na Europa e, assim, permite-nos responder aos principais desafios do marketing digital: atrair assinantes; gerar tráfego qualificado; e-commerce; branding, etc …

A inteligência artificial semântica está no centro da experiência da Weborama. Em que consiste?

A IA semântica usa Processamento Natural da Linguagem (PNL) e Big Data para determinar o peso e influência das palavras nos conteúdos das páginas web. Deste processamento obtemos uma análise do comportamento do tipo “diz-me o que lês, e eu te direi quem és”. Esta metodologia evita os enviesamentos cognitivos inerentes à intervenção humana. Este método é a base de todos os nossos estudos e projectos sobre o conhecimento do consumidor.

Conte-nos como o GoldenFish funciona na prática, quais são os benefícios para as marcas?

A nossa metodologia é baseada em 4 pilares:

  1. Identificar: coleção de palavras e expressões de mais de 200 milhões de URLs ativos (imprensa, blogs, fóruns …)
  2. Analisar: análise de conteúdo e do contexto usando a nossa IA semântica
  3. Aprender: criação de taxonomias semânticas e atribuição de índices de afinidade para cada uma das taxonomias criadas
  4. Construir: criação de audiências sem cookies e sem ID’s que podem ser ativados no ecossistema tecnológico (DSPs, SSPs, ad-server de meios, etc.)

Os principais benefícios dos segmentos contextuais para as marcas são vários, desde a possibilidade de dar continuidade à execução de campanhas publicitárias segmentadas com uma metodologia de “privacy by design”; a divulgação de campanhas num contexto adequado de “brand suitability”; acesso a inventários premium e a audiências com valor acrescentado; uma segmentação precisa e granular e segmentação em grande escala, combinando um grande volume de dados com a sua qualificação.

Os resultados são tão eficazes quanto as campanhas que incluem cookies?

Já temos casos de uso para as seguintes categorias: entretenimento, beleza, bancos, finanças, seguros, bens de consumo, imprensa, que estão com ótimas performances. CPM competitivo em comparação com cookies: -20% a -30%; CTR estável em comparação com cookies: entre 0,05% e 0,10% em display e de + 30% a + 40% em nativo; CPA excelente: -20% a -30% em relação ao objetivo da campanha; visibilidade positiva: + 10% a 15%.

Para quem é o GoldenFish?

Esta solução é para anunciantes e meios. Para anunciantes, GoldenFish permite campanhas programáticas com objetivos de branding e de performance. Para os meios, trata-se de apoiá-los na criação de uma oferta premium. Os meios usam GoldenFish para obter melhor rentabilização de seu conteúdo editorial e criar taxonomias semânticas personalizadas.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...