Volkswagen recolhe 385 mil automóveis na China

VWpassatA Volkswagen vai proceder à revisão de 384.181 veículos vendidos na China, devido a problemas na caixa de velocidades, que podem resultar na perda de aceleração, anunciou hoje a agência chinesa de controlo de qualidade.

De acordo com um comunicado da Administração Geral de Supervisão de Qualidade, a maioria dos veículos potencialmente afectados foi produzida ou importada entre Dezembro de 2008 e Março de 2013. Em risco estão modelos como Golf Variant, Cross Gold, Audi A3, Bora, Sagitar, Magotan, Touran, Octavia e Passat, sendo que o processo de recolha dos veículos terá início a 2 de Abril.

Em conjunto com as suas joint ventures na China, a Volkswagen “vai substituir as caixas de velocidades por outras melhoradas e actualizar o software de controlo para a versão mais recente, no sentido de eliminar os receios que os proprietários dos veículos possam ter acerca da sua segurança”, informa a marca, acrescentando que “todos os serviços serão gratuitos”.

De acordo com a agência Bloomberg, o processo de revisão dos mais de 384 mil veículos poderá custar ao grupo germânico cerca de 600 milhões de dólares (ou 465 milhões de euros).

O processo poderá prejudicar a imagem da Volkswagen num dos mercados que, dada a conjuntura europeia, se vem afirmando como um dos mais importantes para o grupo, e onde as vendas cresceram 25% no ano passado, para 2,81 milhões de veículos. O Grupo Volkswagen já anunciou que planeia duplicar a sua capacidade de produção na China nos próximos cinco anos, para cerca de quatro milhões de veículos fabricados por ano.

Recorde-se que, na semana passada, a fabricante japonesa Honda anunciou a recolha de 250 mil veículos em todo o mundo, devido a uma possível falha no sistema de estabilização assistida, enquanto a congénere Nissan anunciou a recolha de cinco modelos nos EUA para evitar uma possível falha no airbag do lado do passageiro.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...