Vodafone lança solução tecnológica para combate à Covid-19

A Vodafone Portugal apresentou uma solução de apoio à telemedicina, como monitorização remota, para ajudar as vítimas da pandemia de Covid-19 nos hospitais Garcia de Orta, em Almada, e no Centro Hospitalar Lisboa Norte, Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

Com recurso à Internet of Things (IoT), permite que os hospitais antecipem o regresso a casa dos pacientes infectados com a Covid-19, internados nestas instituições de saúde, ao garantir um acompanhamento médico remoto permanente e uma monitorização em tempo real da evolução do estado de saúde dos doentes.

Os doentes infectados com Covid-19, após receberem tratamento hospitalar e cumprirem os requisitos médicos para continuar a terapêutica em casa, levam consigo um kit médico: um tablet, um termómetro, um oxímetro, um medidor de tensão, uma balança, um glucómetro e um botão de pânico. A Vodafone explica que todos os sensores estão ligados a um Health Hub, não precisando de ser emparelhados, e ligam-se automaticamente, não exigindo conhecimentos técnicos aos utilizadores.

«A pandemia acelerou a introdução de novas tecnologias na área da Saúde. A solução de assistência ambulatória da Vodafone Portugal é um exemplo concreto de como a IoT pode, efectivamente, contribuir para a promoção de cuidados de saúde. A sua utilização materializa o compromisso da Vodafone com a digitalização da economia e da sociedade com vista a alcançar um sistema mais justo e inclusivo, que melhor responda às necessidades da população, um propósito totalmente alinhado com os princípios que regem a modernização do SNS», explica Paula Carioca, administradora da Vodafone Portugal com o pelouro da área empresarial.

A solução de assistência ambulatória, desenhada com o contributo directo da equipa médica do Hospital Garcia de Orta, foi desenvolvida pela Vodafone Portugal em parceria com a Thinkdigital e com a LeanHealth.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...