Violência doméstica é a palavra do ano 2019

Desinformação, influenciador, jerricã e lítio estavam entre as concorrentes na eleição da Palavra do Ano, mas a iniciativa promovida pela Porto Editora acabou por atribuir a taça a violência doméstica. Embora não seja apenas uma palavra, a editora justifica a sua escolha com o facto de ser “urgente impedir novos casos de violência doméstica como os que ocorreram nos últimos anos”.

A eleição diz respeito a 2019, ano que chegou ao fim com um total de 35 mortes por violência doméstica em Portugal – somando vítimas mulheres, homens e crianças. Segundo a Porto Editora, a palavra escolhida resultou de uma votação online aberta ao público, tendo reunido 27,7% dos mais de 20 mil votos registados.

Sustentabilidade ficou em segundo lugar na votação, seguida por desinformação. Do top 5 constam ainda jerricã e nepotismo, indica a Porto Editora.

Em 2018, enfermeiro foi considerada a palavra do ano. Incêndios foi a palavra escolhida em 2017, geringonça em 2016 e refugiado em 2015. Em 2014, tinha sido corrupção.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...