Vinhos abrem portas em nome próprio

As marcas portuguesas de vinhos já não se encontram apenas nas prateleiras de supermercados e lojas da especialidade. Estão a apostar em espaços próprios em que as bebidas se misturam com petiscos e música. Gran Cruz, Sogrape e José Maria da Fonseca já têm portas abertas

Texto de Filipa Almeida

Terraços com vista sobre o Douro, bares com cocktails de vinho do Porto, restaurantes, lojas pop-up e até salas de exposições. O negócio do vinho está a mudar e a gerar novas áreas de actuação, em busca de novos consumidores e momentos de consumo. Uma das tendências, em Portugal, passa por investir em espaços próprios que não sirvam apenas vinho, mas também experiências, muitas vezes em parceria com outros produtores e marcas nacionais.

Para ler o artigo na íntegra consulte a edição de Janeiro de 2017 da revista Marketeer.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...