Vendem-se menos gilettes e a culpa é dos hipsters e lumbersexuais

hipster redimUm relatório do IRI, especialista em pesquisa na área do retalho, citado pelo MarketingNews, mostra que a venda de produtos de barbear na Europa está em queda – e a culpa é do facto de as barbas estarem na moda: o visual “hipster” ou lumbersexual – inspirado nas camisas de flanela e ar de lenhador – é um dos responsáveis pela queda de 88 milhões de euros no segundo trimestre face ao ano passado nas vendas de produtos de barbearia e depilação.

Esta é  uma das categorias que mais tem sofrido com a crise e muito graças aos «hábitos de consumo» masculinos, realça Emily Mayer, Business Unit Director da IRI, «ao mesmo tempo que a popularidade do pêlo facial cresce».

No segundo trimestre, as vendas da área de cuidado pessoal subiram de forma ténue – 0,4% na Europa – tendo-se registado quedas em países como a Holanda, Itália, Espanha e França.

Contudo, nem tudo dá água pela barba: Emily Mayer sublinha que «a moda “hipster” está a evoluir para barbas mais cuidadas, criando, por exemplo, uma oportunidade para a venda de kits de cuidado masculino, óleos ou máquinas de barbear».

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...