Vendas de computadores portáteis caíram 30% em 2012

No ano passado, foram vendidos no mercado português 600 mil computadores portáteis, o que representa um decréscimo de 30% em relação ao ano anterior, de acordo com os dados da sétima edição do Observatório Toshiba.

Segundo o documento, que analisa a evolução do mercado tecnológico e aponta tendências para os próximos anos, o segmento de consumo sofreu uma quebra de 23%, ao passo que o segmento profissional cresceu 3%, um “sinal de que as empresas continuam a investir em ferramentas de produtividade”, destaca a Toshiba.

Tendo em conta as vendas consolidadas de portáteis e tablets, o mercado cresceu 10%, impulsionado pelo “forte crescimento” dos ultrabooks, segmento que registou vendas de cerca de 45 mil unidades, e pelo segmento de tablets, que atingiu as 325 mil unidades comercizalizadas.

Em 2013, a Toshiba estima que o mercado consolidado de portáteis e tablets continue a crescer aproximadamente 15%, ultrapassando um milhão de unidades vendidas, estimulado por novos formatos de ultraportáteis, modelos híbridos e tablets. Já o mercado de computadores portáteis deverá encolher entre 8% e 10%.

No que diz respeito ao mercado de televisores, registou-se um ligeiro crescimento em 2012, com vendas superiores a 900 mil unidades, “impulsionados essencialmente pela migração para o sistema TDT”, explica a marca.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...