Vendas da Hermès crescem 10%

logo-hermes-parisSão estes os resultados apresentados pela marca de luxo francesa para o terceiro quadrimestre de 2009. Num ambiente económico adverso, as vendas da Hermès aumentaram 10% tendo em conta as taxas de câmbio actuais (cerca de 5% tendo em conta taxas de câmbio do terceiro quadrimestre). Estes resultados ficaram fortemente a dever-se à expansão da rede de distribuição, a representar 18% (taxas de câmbio actuais), sobretudo no mercado chinês e coreano. Duas das nove lojas abertas este ano situam-se na China, para além das duas localizadas nos EUA e uma em S. Paulo, Brasil. À excepção do mercado japonês, a Ásia terá representado, para a Hermès, um crescimento de 35%.

Já a quebra de 13% nas vendas globais, sobretudo na área de perfumaria, relógios e tableware, foi inferior à registada no final de Junho (22%). Écharpes de seda, acessórios de moda e produtos em pele foram as categorias que mais contribuíram para os 1.327.1 milhões de euros de vendas globais. Já as flutuações nas taxas de câmbio, em particular no yen e dólar americano, terão produzido um impacto positivo de 86 milhões de euros nas vendas dos primeiros nove meses do ano.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...