Vencedores do programa de inovação social “Mais Ajuda” afinam ideias

Os vencedores do programa “Mais Ajuda” passaram as últimas semanas a afinar o modelo de negócios e a estratégia de implementação. O trabalho final foi apresentado, agora, num Demo Day que contou com a presença do júri e de investidores, como a Fundação Aga Khan, Core Angels, Impact Hub ou Casa do Impacto.

Lançada pelo Lidl em parceria com as rádios Renascença, RFM e Mega Hits e com o apoio da Beta-i, trata-se de uma competição criada para promover e financiar projectos de inovação social.

«É muito gratificante ver não só a qualidade de projectos que inicialmente se candidataram e venceram, mas igualmente a sua evolução graças ao programa de aceleração», afirma Vanessa Romeu, directora de Comunicação Corporativa do Lidl Portugal, lembrando que os finalistas passaram também por um processo de mentoria.

Segundo Vanessa Romeu, a aposta na capacitação é vital à viabilidade futura, que o Lidl quer assegurar. «Com esta etapa garantimos que estão no bom caminho e abrimos-lhes as portas para que outros, para além do ‘Mais Ajuda’, os ajudem a crescer e a concretizarem-se.»

O objectivo desta segunda edição do programa “Mais Ajuda” era encontrar ideias de IPSS e startups que marcassem a diferença pela capacidade de facilitarem uma vida digna e feliz aos nossos idosos. Os projectos vencedores recebem um total de 333 mil euros, na sequência da angariação de fundos promovida pelo Lidl junto dos consumidores no Natal passado (através da compra de produtos Delux).

Os projectos vencedores deste ano são as startups Associação 55 Mais, Associação Juvenil Transformers, Careceiver, Seniorbiz (Simplio) e Wisify Tech Solutions e, ainda, as IPSSs AMARA – Associação pela Dignidade na Vida e na Morte, Associação Rede de Universidades da Terceira Idade (RUTIS), Centro Social Paroquial de Meãs do Campo, Cruz Vermelha Portuguesa e Misericórdia de Pampilhosa da Serra.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...