UPSkill quer ajudar a formar 3 mil profisionais de TI em Portugal

Pessoas desempregadas com o ensino secundário ou superior que pretendam obter qualificações na área das tecnologias digitais são o público-alvo da campanha criada pela agência Nossa para o programa UPSkill. O objectivo é dar a conhecer esta formação intensiva a profissionais que queiram aprender novas competências.

O programa é composto por seis meses dedicados a áreas específicas enquadradas nas tecnologias de informação e comunicações e por outros três em contexto de trabalho, numa das empresas aderentes. No prazo de três anos, o UPSkill espera ter ajudado a formar 3 mil profisionais de TI.

“Para melhor, aceitamos sempre” é o conceito criativo da campanha que arranca esta semana, com divulgação em imprensa, televisão, rádio e redes sociais. Os grupos de media Impresa, Media Capital e RTP apoiam o projecto através da disponibilização de espaço nas respectivas grelhas.

“Muitas empresas (e o país, em geral) precisam de melhorar a sua capacidade digital. É um facto aceite por todos”, explica o programa UPSkill em comunicado. Fruto de uma parceria entre a APDC, IEFP e CCISP, este programa assenta na ideia de que muitas pessoas gostavam de trabalhar na área da tecnologia, mas que falta a formação necessária e a garantia de um estágio remunerado.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...