Trotinetes da Bolt vão ser climaticamente positivas até ao final do ano

Tornar o transporte o mais sustentável possível é a missão da Bolt, que reforça agora esse propósito ao estabelecer um novo objectivo: que as suas trotinetes sejam climaticamente positivas até ao final de 2020. Isto representa um passo em frente em relação à neutralidade, uma vez que implica o apoio a projecto de compensação de CO2 e a utilização de fontes de energia renováveis, por exemplo.

Segundo a Bolt, desde Setembro do ano passado que compensa o dióxido de carbono gerado por todas as viagens realizadas através da sua plataforma na Europa, fazendo com que sejam neutras. No entanto, quer fazer mais e acrescenta, por isso, as trotinetes à equação e, ainda, soluções que permitam remover mais carbono da atmosfera do que aquele que emite na produção e manutenção destes veículos de duas rodas.

Para criar o sistema de operações de trotinetes mais eficiente do mercado, segundo aponta no seu blog, a Bolt vai passar a usar apenas electricidade renovável nos armazéns até ao final de 2021, recorrer a software de última geração para minimizar as rotas percorridas para recarga das trotinetes e priorizar o arrendamento de armazéns perto do centro das cidades. Além disso, planeia usar veículos com eficiência energética, optando sempre que possível por alternativas eléctricas para distribuir e recolher as trotinetes.

“Os nossos planos são ambiciosos, mas não nos vamos contentar com menos. Estamos felizes por liderar a mudança em direcção a um ambiente urbano mais verde e holístico, uma viagem de cada vez”, escreve a Bolt.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...