Too Good To Go desafia marcas a mudar rótulos de validade

A Too Good To Go quer envolver marcas, produtores e consumidores numa revolução dos rótulos. A aplicação móvel dedicada ao combate ao desperdício alimentar quer que as informações sobre validade sejam alteradas de forma a que seja mais claro o período durante o qual se podem consumir determinados produtos.

Segundo a Too Good To Go, trata-se de um projecto pioneiro em Portugal, que conta com a Bel como primeira parceira. O produto A Vaca que Ri é o primeiro a avançar com a adaptação dos rótulos, passando a apresentar um formato sob o mote “Observar, Provar, Cheirar”. Até Março do próximo ano, mais de um milhão de caixas de porções A Vaca que Ri de 16P e 24P vão incluir esta indicação.

“Uma forma de relembrar o consumidor e assegurar-lhe que, dependendo de cada tipo de rótulo, este pode e deve confiar nos seus sentidos”, explica a app. Em comunicado, a Too Good To Go lembra que muitos portugueses não sabem que há alimentos que podem ser consumidores depois de o prazo de validade expirar e esta iniciativa visa mudar isso mesmo.

Esta é uma iniciativa que visa sensibilizar os consumidores para os diferentes prazos de validade e apoiar as marcas neste processo de educação relativamente aos seus próprios produtos.

«Pequenas alterações de comportamento e atitudes não só são urgentes como podem contribuir directa e activamente no peso do impacto ambiental, social e económico, do desperdício alimentar», comenta Madalena Rugeroni, country manager da Too Good To Go Portugal e Espanha.

Já Rita Fernandes, Marketing manager de A Vaca que Ri, deixa claro que «a Bel está a trabalhar para ser um pioneiro na luta contra o desperdício alimentar», tanto nas fábricas como em todas as fases da cadeia de valor. «O combate ao desperdício alimentar é um problema crítico na nossa sociedade e um imperativo ético, por isso mesmo é que nos juntámos à Too Good To Go nesta acção de sensibilização», acrescenta.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...