Timberland quer sapatos livres de PVC até 2020

O plano da Timberland para os próximos anos é claro: assegurar que seja possível comprar produtos da marca 100% livres de PVC (material plástico), até 2020. No  mesmo sentido, estabeleceu outras 10 metas, desenhadas a pensar no reforço da política de sustentabilidade a longo-prazo.

Dentro de dois anos, a Timberland espera que todos os seus produtos de calçado incluam pelo menos um material reciclado, orgânico ou renovável. Espera também que a totalidade do cabedal usado tenha origem em fábricas de curtumes com classificação Ouro ou Prata atribuída pela LWG.

A lista de objectivos inclui ainda garantir que todo o vestuário em algodão seja orgânico, reduzir o consumo energético para 10%, obter 50% da energia através de fontes renováveis, alcançar uma taxa de reciclagem de 95%, produzir calçado e vestuário livre de PFC, plantar 10 milhões de árvores e envolver 80% dos funcionários em projectos de serviço comunitário.

«Na Timberland, esforçamo-nos para que o respeito pelo ambiente seja transversal a todas as áreas de negócio e tentamos, sempre que possível, implementar algumas das iniciativas globais em território nacional. É um longo percurso, aquele que temos pela frente, mas estamos na direcção certa para atingir as metas a que nos propusemos para 2020», afirma Susana Silva, head of Brand and Marketing da Timberland no Grupo Brodheim.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...