Tecnologia domina top das marcas mais valiosas do Mundo

Com uma avaliação de perto de 416 mil milhões de dólares (cerca de 370,5 mil milhões de euros), a Amazon é a marca mais valiosa do Mundo. A gigante de comércio electrónico – que, entretanto, também começou a explorar o retalho físico – surge em primeiro lugar na edição deste ano do ranking BrandZ, elaborado pela WPP e pela Kantar. Em relação a 2019, apresenta um salto de 32% no seu valor.

Apple, Microsoft e Google surgem logo depois, fazendo com que a tecnologia domine a lista das marcas mais valiosas. Todas elas cresceram em relação ao ranking de 2019, sendo que a Apple manteve a segunda posição que já ocupava e a Microsoft e a Google trocaram de lugares. A fechar o top 5 encontra-se a Visa, do sector dos pagamentos.

Considerando o top 100, o BrandZ indica que o valor total das marcas aumentou 5,9%, apesar dos impactos económicos, sociais e pessoais da pandemia de COVID-19. O valor chega, este ano, aos 5 milhões de milhões de dólares (4,4 milhões de milhões de euros) – equivalente ao PIB anual do Japão. Desde 2006, verifica-se uma subida de 245%.

O BrandZ sublinha ainda que o top 100 mostra que as marcas mais valiosas se têm revelado mais resilientes e menos voláteis durante a crise actual do que durante a recessão económica de 2008-2009. Para reflectir o efeito do novo coronavírus, a análise inclui também dados de desempenho de Abril – antes da pandemia, a previsão de crescimento do valor total era de 9%.

«Embora o COVID-19 tenha impactado todos os negócios independentemente da sua dimensão ou geografia, um investimento consistente em marketing pode e irá ajudar a ultrapassar a crise», garante David Roth, CEO da The Store WPP EMEA e Asia & chairman do BrandZ.

Destaque ainda para as marcas asiáticas, que representam um quarto do top 100. Destas, 17 são chinesas, nomeadamente Alibaba e Tencent, mas também TikTok, que integra pela primeira vez o ranking BrandZ. Entre os estreantes encontram-se ainda o Bank of China, Lancôme, Pepsi e UnitedHeathcare.

Doreen Wang, global head of BrandZ na Kantar, considera que a «inovação tem provado ser um motor essencial para o crescimento no top 100 deste ano e uma forma de prevenir o declínio». A especialista acrescenta ainda, em comunicado, que também a criatividade é um aspecto importante para as marcas mais valiosas do Mundo. «Empresas como a Amazon, Apple e Google – as gigantes tecnológicas que continuam a inovar – combinam com sucesso estes dois factores para se manterem relevantes nas vidas dos consumidores e fazer com que lhes seja mais fácil escolherem a marca.»

 

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...