Sumos Sonatural à conquista do mundo

Foi em 2007, no seio da GL, SA – grupo familiar português que desde sempre aposta em produtos alimentares de valor acrescentado para a saúde -, que nasceu a marca Sonatural, após uma idealização do que seria o sumo de fruta mais autêntico possível a chegar à mão do consumidor. A empresa pretendia criar uma opção que ainda não existisse no mercado e trouxesse aos consumidores um sumo 100% fresco, como se este tivesse sido acabado de fazer em casa. Via assim a luz do dia uma marca vanguardista pioneira na utilização da tecnologia HPP na Europa para a produção de sumos. Na verdade, refere Douglas Gilman, co-CEO da Sonatural, a empresa antecipou, há 12 anos, a principal tendência que se vive neste momento, que passa pela procura por soluções alimentares menos processadas e o mais naturais possível. «Desde o primeiro dia os nossos sumos correspondem a esta procura, uma vez que não têm quaisquer aditivos, conservantes ou corantes presentes, zero açúcar e nem sequer água adicionada.» Apesar de haver preferência cada vez maior por este tipo de soluções, «há ainda um longo caminho a percorrer, pois vemos muita falta de informação e conhecimento por parte dos consumidores sobre os processos de fabrico e selecção de ingredientes», adverte, sublinhando que a Sonatural é uma marca transparente sem medo de mostrar os seus rótulos.

A marca prioriza a qualidade do produto final e, como tal, a qualidade dos ingredientes que o compõem. Conta com uma equipa de nove engenheiros alimentares que trabalham diariamente para a excelência de qualidade dos recursos de práticas de produção, procurando sempre utilizar as frutas e legumes no seu estado natural, 100% frescos. «É através do processo HPP que nos diferenciamos no mercado, pois conseguimos garantir que a qualidade e frescura destes mesmos ingredientes é mantida até ao final do processo e que o consumidor pode desfrutar de toda a frescura da fruta e vegetais por um período de validade alargado», explica. Acresce que os ingredientes utilizados são cuidadosamente seleccionados seguindo altos padrões de qualidade e depois espremidos num processo a frio (o chamado cold pressed), do qual resulta o sumo da fruta e vegetais. «É de frisar a importância desta extracção do sumo ser feita a frio e não a quente, pois é através desta técnica a baixas temperaturas que garantimos a preservação dos nutrientes originais, ou seja, os nossos nutrientes não sofrem quaisquer alterações causadas pelo calor, nem se perdem. É aqui também que garantimos que a cor e o sabor original dos ingredientes não sofrem qualquer alteração. Este sumo é então engarrafado e em seguida submetido à tecnologia HPP, a qual garante não só as propriedades iniciais como também a sua segurança e qualidade durante um período mais alargado (no caso dos sumos Sonatural, 80 dias de validade) quando comparados com os habituais “sumos frescos” ou “do dia” (2-5 dias de validade)», explana.

A Sonatural distingue-se ainda pela procura constante de soluções inovadoras e pelas combinações e receitas inesperadas e delicio sas que apresenta ao consumidor utilizando as frutas e vegetais que a natureza oferece.

Expansão natural

Apesar de ter nascido em Portugal, a Sonatural tem na exportação o seu maior volume de negócios. Actualmente, 83% do negócio corresponde a vendas fora de Portugal, havendo uma preocupação de ter uma presença estrangeira diversificada de forma a controlar o risco de negócio e garantir uma estabilidade financeira, sublinha o CEO. Por ordem de entrada e também por peso, os países com mais impacto no negócio são Inglaterra, Espanha, França e Escandinávia.

Douglas Gilman recorda que o início da exportação se deu em Janeiro de 2014 para vários países da Europa, entre eles Espanha e Inglaterra. Em seguida, em 2016, a expansão para o continente asiático chegando a Singapura e aos Emirados Árabes Unidos. No ano seguinte dava-se a entrada nos Estados Unidos da América e a consequente abertura de uma nova fábrica no estado da Pensilvânia. «Começámos a exportar para algumas cadeias do continente americano e a sentir uma grande receptividade do consumidor. Para melhor respondermos à procura positiva, apostámos numa fábrica que nos possibilitasse uma produção e logística local. Esta aposta trouxe-nos a possibilidade de nos expandirmos não só ao longo dos EUA, mas também de chegarmos ao Canadá», conta o mesmo responsável. Até ao final deste ano a Sonatural espera ver um crescimento a dois dígitos no mercado europeu e consolidar a sua presença no mercado alemão.

O consumidor Sonatural é maioritariamente feminino, residente nas grandes cidades. É um consumidor que leva uma alimentação equilibrada e consciente, que valoriza o processo de produção, reconhece o seu valor e valoriza a qualidade dos ingredientes, ao mesmo tempo que procura soluções o mais naturais possíveis.

Há uma diferença evidente no consumo dos produtos Sonatural ao longo da Europa, estando esta relacionada com as diferentes culturas, paladares e cozinhas. «Esta é uma das vantagens em sermos uma marca com 12 anos, pois temos a capacidade de adaptar os nossos produtos às diferentes preferências de mercado.» De momento, a gama de shots de 125 ml são muito populares na Europa, tendo recebido o primeiro prémio de inovação em 2018, em Paris, como melhor bebida não alcoólica europeia. «Com o sucesso lá fora garantido e um conceito pioneiro local, acreditamos que estes serão também a próxima vedeta em Portugal», observa Douglas Gilman. Para já em Portugal os mais procurados são os sumos de fruta, em particular o de manga e o de frutos vermelhos.

Os consumidores Sonatural têm uma grande preferência pelo consumo de formatos individuais, 250 ml, tanto no canal Horeca como lojas de conveniência, exemplo das gasolineiras. No que toca a superfícies comerciais, ainda prevalece o formato 250 ml, mas também se verifica um maior peso do formato familiar de 750 ml.

Inovação no ADN

A inovação está no coração e ADN da GL, SA, e, consequentemente, o mesmo acontece com a marca Sonatural. Esta é uma marca que nasceu de uma ideia inovadora neste mercado e desde então tem mantido este foco e ponto de diferenciação.

«Queremos oferecer a última tendência, responder às mais recentes necessidades e oferecer os melhores ingredientes através de combinações inesperadas, aproveitando a qualidade e autenticidade dos nossos recursos da melhor forma», sublinha o CEO, lembrando que contam com uma equipa especializada de inovação que trabalha diariamente para fortalecer este pilar da Sonatural, contribuindo para que seja uma marca ágil e destemida, sem medo de arriscar e apresentar produtos diferenciadores de valor acrescentado ao mercado.

Este ano a Sonatural lançou os Vinagres de Sidra de maçã com três sabores distintos. Douglas Gilman, CEO da empresa, explica que «vimos uma tendência viral sobre os vários benefícios que o vinagre de sidra de maçã traz para a saúde e várias celebridades com o hábito de preparar os seus sumos com vinagre» e o que a Sonatural fez foi levar esta tendência a casa dos seus consumidores.

As sopas frias são outra aposta deste ano. «Desenvolvemos quatro sabores, só vegetais crus, em combinações surpreendentes, que poderão encontrar na zona dos frescos.»

Por fim, lançaram os Smoothie Bowl em três receitas. Trata-se de um puré de fruta 100% fresca, que combina vários sabores e que é apresentado como ideal para acompanhar com granola. E há mais novidades a postos de ser lançadas, mas dizem que o segredo é a alma do negócio.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Automonitor
Via Verde Estacionar Lisboa com 1.º estacionamento gratuito