Startup portuguesa lança debate sobre a idade

Partindo da premissa de que, em 2050, dois mil milhões de pessoas terão mais de 60 anos e de que 3,2 milhões terão 100 anos (dados da ONU), a Just Happy Days decidiu tentar contrariar o estigma associado à idade. “No Age Campaign” é o mote do projecto de âmbito internacional lançado pela startup portuguesa com este propósito.

Desenvolvido com o apoio da Universidade do Porto, através da Porto4Ageing, conta com um total de oito protagonistas, incluindo o joalheiro Eugénio Campos, a relações públicas Cláudia Jacques ou o criador de marcas Carlos Coelho. Também participam o empresário de moda António Gonçalves, a editora de moda e fundadora da Just Happy Days Elsa Carvalho, a antiga colaboradora do consulado alemão Gisela Pereira, a professora Nídia Freitas e o professor universitário Vasco Ribeiro. Todos eles têm entre 46 e 76 anos.

A campanha conta ainda com colaboração de 18 alunos da Universidade do Porto, originários de oito países, que aceitaram partilhar a sua visão sobre o envelhecimento. As entrevistas foram conduzidas por uma psicóloga, que depois desafiou os estudantes a analisar as imagens dos oito protagonistas.

O objectivo, segundo explica a plataforma de comércio electrónico Just Happy Days, é sensibilizar as diferentes gerações para a questão da idade e para o envelhecimento da população, fomentando a discussão com base em casos reais. A campanha será lançada nas redes sociais e divulgadas em mais de 30 países dos cinco continentes, através de uma parceria com a IPRN – International Public Relations Network. Durante os próximos dois meses, serão explorados individualmente os casos dos oito convidados.

Elsa Carvalho, fundadora e editora de Moda da Just Happy Days, acredita que a moda é um dos sectores que mais tem contribuído para o estigma da idade. No entanto, não é o único. «Qualquer pessoa com mais de 45 anos em situação de desemprego, por exemplo, sente actualmente uma forte resistência e até discriminação por parte do mercado. Um problema que se acentua a cada ano que passa», comenta a responsável.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Automonitor
Nissan LEAF em modo drift