Starbucks vai acabar com as palhinhas até 2020

A Starbucks deu a si própria cerca de dois anos para eliminar por completo a utilização de palhinhas de plástico. A meta é estabelecida a nível global e prevê a implementação de alternativas mais sustentáveis, nomeadamente tampas recicláveis que não requerem palhinhas.

Estas tampas já estão a ser testadas em cafetarias da marca nos Estados Unidos da América, Canadá, China, Japão, Singapura, Tailândia e Vietname – com diferentes utilizações nos mercados americanos e asiáticos.

Em cima da mesa está também a adopção de palhinhas produzidas a partir de materiais recicláveis, segundo avança a cadeia norte-americana em comunicado. A mudança implicará um investimento de 10 milhões de dólares (cerca de 8,5 milhões de euros), destinados ao desenvolvimento de opções 100% compostáveis.

A Starbucks garante, ainda, que a medida impactará não só as suas lojas próprias como também todos os estabelecimentos em regime de franchising. A previsão é de que sejam eliminadas mais de mil milhões de palhinhas de plástico por ano.

A disponibilização das novidades a nível global começará no Outono/Inverno do próximo ano, sendo que os primeiros países europeus a receber as tampas que não precisam de palhinhas serão França, Holanda e Reino Unido.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...