Solero e Cantê desafiam portugueses a criar fato-de-banho

A nova campanha da Solero é para quem sempre quis criar o seu próprio fato-de-banho mas não tem muito jeito para a máquina de costura. O gelado da Olá juntou-se à marca portuguesa Cantê para desafiar os portugueses a criarem uma colecção de roupa personalizada, a Solero Fruit Collection.

Já está online a plataforma que vai permitir tornar tudo isto realidade. Aqui, pode ser encontrado um mural criado pelos ilustradores nacionais AKA Corleone e Kruella D’Enfer, inspirado nos ingredientes e cores do Solero. É a partir deste mural que os consumidores podem criar fatos-de-banho, calções e camisas unissexo, já que cada detalhe da ilustração pode se transposto para as peças da Cantê. A decisão final sobre os padrões cabe aos portugueses.

Depois de criado o fato-de-banho personalizado, os participantes devem completar a frase “A minha explosão de fruta…” e esperar para descobrir quais são as peças seleccionadas. Um júri composto por três bloggers de design e moda vai seleccionar três vencedores que receberão, ainda este ano, a peça que criaram.

A campanha, criada pela Fullsix Portugal, marca uma mudança na comunicação da Solero como explica à Marketeer Hugo Bento, brand manager da Olá, Cornetto e Ben & Jerry’s. O responsável explica que não é habitual desenvolver campanhas desta dimensão para a Solero mas que a mudança já está em curso: «Consideramos este ano como um ano zero, em que nos estamos a reimplantar, ao fortalecer o portefólio, e estabelecer o que nos torna únicos e o nosso território enquanto marca.» No futuro, o gelado de fruta poderá, assim, ser mais uma marca forte no universo Olá.

Hugo Bento lembra ainda que o Solero tem uma forte ligação com a criatividade e expressão artística, bem como com o Verão. Neste sentido, unir artistas emergentes, uma marca de moda e bloggers da área fazia todo o sentido. A forma encontrada para atingir este objectivo passa por envolver também os portugueses. O brand manager da Olá considera que este aspecto é fundamental no desenvolvimento de campanhas mas que tal apenas se consegue com «histórias verdadeiras que ecoem no coração das pessoas».

Quanto a expectativas, o Hugo Bento antecipa «um grande envolvimento dos consumidores, de forma a provar que o público português tem gosto em promover o que é nacional e que reconhece o seu valor».

Texto de Filipa Almeida

Solero_PhotoShoot_71 Solero_PhotoShoot_141

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Automonitor
Maratonas condicionam trânsito em Lisboa (conheça as vias afetadas)