Sindicatos da Iberia estudam hoje proposta de mediador

iberiaOs sindicatos de trabalhadores da Iberia deverão responder hoje à proposta de um mediador apontado pelo Governo espanhol sobre o plano de reestruturação da companhia aérea, que poderá pôr um ponto final ao conflito entre os colaboradores e a empresa. A mesma proposta, que prevê uma redução do número de despedimentos, foi ontem aceite pelo International Airlines Group (IAG), do qual faz parte a Iberia.

A solução apresentada por Gregorio Tudela, um académico nomeado pelo Executivo espanhol para mediar o conflito, que já levou à realização de duas semanas de greve na Iberia, reduz o número de despedimentos na empresa para 3141 postos de trabalho, contra os 3807 previstos inicialmente. O mediador propõe ainda a aplicação da legislação em vigor desde 2001, que permite o uso de reformas, recolocações diferidas e saídas por mútuo acordo, segunda a agência Efe.

Os representantes da Iberia e os sindicatos já se haviam reunido no passado dia 7 com Gregorio Tudela, mas não chegaram a um consenso, e o mediador acabou por reformular a proposta, dando um ultimato, até hoje, às duas partes para que decidam se aceitam.

O conselho de administração do grupo IAG reuniu ontem em sessão extraordinária, onde decidiu aceitar a proposta de Gregorio Tudela, faltando agora apenas o aval dos sindicatos. No caso de os sindicatos também aceitarem a proposta, esta converte-se imediatamente em acordo, o que poderia evitar um terceiro período de greve, agendado para o período entre 18 e 22 de Março.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...