Sete tendências na comunicação B2B

O estudo InterComm identificou as principais respostas para os desafios actuais e futuro da comunicação B2B, elaborando sete tendências que ditarão o sucesso das empresas exportadoras.

O estudo InterComm Report – B2B Communication Trends in Global Businesses foi desenvolvido pela Escola Superior de Comunicação Social do Instituto Politécnico de Lisboa e a SayU Consulting – Evoke Network, com o apoio da aicep Portugal Global. Eis as sete tendências.

Cenarização e agilidade

Independentemente da sua dimensão ou estrutura, as organizações passaram a fazer uma “navegação à vista” face ao clima de imprevisibilidade e perceberam a necessidade de estar preparadas para diferentes cenários

Inovação e Comunicação

Existe uma consciência de que são as empresas que investem em inovação e em que comunicação aquelas que estarão mais bem preparadas para competir e ter sucesso.

Reorganização da Comunicação

A comunicação deve ser entendida num sentido lado e estratégico, deixando de ser resumir apenas à comunicação de produto ou serviço

Novas formas de comunicar para diferenciar

Com as restrições à circulação impostas, surgiu o desafio de procurar novos meios e acções para o estabelecimento e gestão de relacionamento e gestão de relações de confiança com os stakeholders.

Aceleração da transformação digital

Os desafios da pandemia introduziram uma profunda digitalização na actividade empresarial. Este boost tecnológico já estaria no horizonte de muitas organizações, mas surgiu agora com uma premência e rapidez de implementação forçadas.

Combinação do presente com o digital

Embora as relações e o seu conteúdo sejam os mesmos, a frequência e a forma das interacções alteraram-se profundamente, para sempre – será necessário ponderar e escolher caso a caso.

Comunicação na gestão dos stakeholders

Novo panorama onde a Comunicação ganha relevância e passa a ser vista como uma estrutura transversal e integrada não restrita a produtos e clientes.

«Os resultados do estudo apontam para uma necessidade urgente de olhar de forma diferente para os investimentos em Comunicação. Para serem mais competitivas no ‘novo normal’ as empresas revelam ser necessário antecipar e implementar novas soluções que vão para além de ‘comunicar o negócio. Para cumprir o objectivo de acrescentar valor à organização e a tornar mais competitiva, a Comunicação B2B tem de ser guiada por processos de mapeamento e gestão de stakeholders, sempre com os objectivos de negócio em mente»”, afirma Ana Raposo, investigadora da ESCS.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...