Sérgio Carvalho: «Quando de novo acordarmos, seremos, quem sabe, um pouco melhores»

O que ficará depois deste “buraco negro” do novo coronavírus? Que marcas iremos ter? E como é que passarão a estar e a comunicar? Não sendo possível qualquer previsão clara e certa, fomos, contudo, tentar perceber de que forma é que algumas das maiores empresas e marcas em Portugal estão a reagir e como esperam sair do momento mais crítico de todos os tempos, a nível mundial. Vamos todos dar a volta?

Sérgio Carvalho, director de Marketing da Fidelidade

O que está a ser feito, neste momento, para que a sua marca não perca relevância? E depois deste “buraco negro”, a sua marca será a mesma?

A actividade seguradora foi considerada um sector estratégico para o País. Muito mais do que assegurar a relevância da nossa marca, cumpre-nos honrar, mais do que nunca, o dever de assegurar a sustentabilidade dos nossos clientes – particulares e empresas – e assim de Portugal. É por esta circunstância que, mesmo assegurando a protecção individual de cada um para o bem de todos, temos obrigação de continuar. A nossa actividade não pode parar e, no final, queremos manter os nossos 2,3 milhões de clientes, com a mesma protecção, adequada às suas necessidades. O exercício da nossa actividade exige-nos agora inovação na forma como estamos ao lado dos clientes.

A Fidelidade não está sozinha. As medidas que estamos a tomar são sectoriais, envolvendo outras seguradoras bem como outras entidades do mercado. Estamos a tratar de proteger todos e qualquer um.

Temos estado atentos às necessidades dos nossos clientes e a analisar os impactos deste tempo nas famílias e nas empresas portuguesas, para que as medidas que estamos a tomar possam ser, mais do que tudo, um contributo importante neste contexto, permitindo auxiliar todos os que, por força das circunstâncias, estão, para além das questões da saúde, a ser negativa e fortemente impactados económica e financeiramente pela suspensão ou diminuição da sua actividade profissional.

É importante referenciar a importância fulcral do Multicare e do serviço de medicina online, agora com o avaliador de sintomas, que tem permitido auxiliar muitos clientes, contribuindo também para a boa colaboração com o Serviço Nacional de Saúde.

Para além disso, para todos os nossos clientes com seguro Multicare, com cobertura de ambulatório, a realização do teste de despiste à Covid-19 poderá ser feita, mediante prescrição médica, que pode ser passada pela equipa da medicina online ou por qualquer médico habilitado, em alguns dos laboratórios pertencentes à nossa rede de prestadores. Ainda no sector da saúde, estamos a desenvolver as medidas necessárias para também apoiar, da melhor forma possível, toda a Rede de Prestadores Multicare, assegurando a continuidade da sua actividade. E assim também o iremos fazer com os demais prestadores, tais como oficinas, clínicas veterinárias e todos os que caminham ao nosso lado.

Aliás, todos os nossos seguros, como o automóvel, o saúde ou até mesmo o Fidelidade Pets se mantêm inalterados na aceitação das coberturas contratadas pelos clientes. É nestas alturas que mais do que nunca temos que estar ao seu lado.

Ao nosso lado, e para podermos continuar, temos os nossos parceiros de negócio que hoje, mesmo com as suas portas fechadas, continuam a apoiar por email, por telefone.

Para que isto seja possível estão a contribuir nesta altura todos os serviços online da Fidelidade, nomeadamente a App MyFidelidade, obviamente a App Multicare Medicina Online, mas também outras como a MyPets ou a MySavings, que nesta altura pode, e muito, auxiliar os clientes na gestão das suas poupanças. E depois, claro, as ferramentas digitais de suporte comercial.

Dificilmente seremos os mesmos depois disto. Não é possível voltar atrás. E quando de novo acordarmos, seremos, quem sabe, um pouco melhores. Quando esse dia chegar, a Fidelidade vai querer ter ao seu lado os mesmos 2,3 milhões de clientes que sempre nos escolheram. Para continuar a bem protegê-los…

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...