Second Life aposta no mercado corporativo

secondlifeDepois do sucesso como plataforma de entretenimento para o público em geral, a Second Life ganha modificações para atrair empresas, como meio de comunicação.

Segundo avança o site Information Week, o Second Life tem atraído o interesse de algumas empresas que afirmam que o mundo virtual pode permitir uma colaboração mais vantajosa que as chamadas de teleconferência ou videoconferência. O que tem inibido a proliferação do seu uso, é o facto do programa funcionar através de um servidor da Linden Lab, uma produtora do software, que causa alguma desconfiança por parte das empresas, devido à confidencialidade das conversas, quer por casos de roubo de conteúdo.
Para eliminar esse problema, a Second Life oferece uma versão beta do Second Life Enterprise, um dispositivo de hardware que as empresas podem instalar nos seus próprios servidores. Assim, as comunicações efectuadas no Second Life passam a ser executadas através da rede da própria empresa, garantindo total confidencialidade.
A Linden Lab espera que a versão beta seja testada durante os últimos meses de 2009, perspectivando a edição final em Março de 2010.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...