Renault derrapa no mercado europeu

O Grupo Renault registou uma quebra de 6,3% nas encomendas globais em 2012. As vendas do grupo francês foram penalizadas pelo mercado europeu, que contrariou o crescimento nos restantes mercados.

No ano passado, o Grupo Renault comercializou 2,55 milhões de veículos, o que compara com as 2,72 milhões de unidades vendidas no ano anterior, adianta o grupo em comunicado. Há quatro anos que a marca não registava uma quebra nas encomendas globais.

Enquanto no mercado europeu as vendas do grupo caíram 18%, nos restantes mercados subiram 9,1%, para 1,28 milhões de veículos. Os números revelam que os mercados fora da Europa representaram 50,2% das vendas globais do Grupo, tendo ultrapassado, pela primeira vez, o peso do Velho Continente.

«A estratégia de expansão internacional do Grupo está a ter resultados. Em 2012, registámos um novo recorde de vendas no mercado internacional com as marcas Renault e Dacia. Ainda assim, este sucesso não conseguiu compensar totalmente as vendas em queda na Europa», refere Jérôme Stoll, responsável pela área de vendas do grupo.

A marca Renault registou uma quebra de 6% nas vendas globais, para 2,12 milhões de unidades (ou 83% das vendas globais do Grupo), apesar do crescimento de 13,9% fora da Europa. Já a Dacia aumentou as vendas em 4,8%, para 360 mil unidades.

Na semana passada, o Grupo Renault anunciou que tem planos para despedir 7500 trabalhadores franceses até 2016. Com esta medida, o grupo estima poupar 396 milhões de euros.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...