Regras para pais e crianças na Ryanair mudaram

A partir de 1 de Setembro, os pais a viajar com crianças menores de 12 anos na Ryanair terão de pagar uma taxa adicional. Trata-se de uma taxa de reserva que permite escolher previamente o lugar em que se sentarão durante o voo, algo que antes era apenas uma opção.

Até aqui, os passageiros podiam optar por pagar o preço normal da viagem e deixar que a sorte escolhesse o seu lugar ou suportar um custo extra para poder escolher um lugar à janela, por exemplo. Dentro de pouco mais de um mês, porém, essa escolha não será extensível aos adultos que viajarem acompanhados de crianças com idades até 12 anos, sendo que apenas um adulto por cada grupo de crianças precisará de pagar a quantia adicional.

A companhia aérea low-cost anunciou uma nova regra que obriga ao pagamento de uma taxa no valor de quatro euros, segundo informa em comunicado. Contudo, a taxa diz respeito apenas aos adultos, já que as crianças terão direito também a um lugar reservado mas sem custos adicionais.

O objectivo é evitar problemas na hora de embarcar. Actualmente, os comissários de bordos tentam realocar as famílias já dentro do avião o que pode causa alguma confusão e atrasos na descolagem. Ao reservar previamente os lugares, a Ryanair garante que pais e filhos vão juntos durante o voo.

Kenny Jacobs, CMO da Ryanair, considera que a mudança oferece vantagens também aos restantes passageiros. O responsável explica que, assim, também os consumidores que viajam sozinhos e que optaram por reservar antes o seu lugar não correrão o risco de mudar para outra parte do avião em virtude da realocação de famílias.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...