Reduniq: «Queremos contribuir para uma sociedade cashless»

Assumindo-se como parceiro para a transformação digital, a Reduniq tem vindo a apresentar ao mercado diversas soluções para agilizar o processo de pagamento. Tiago Oom, director da Reduniq, afirma que o objectivo é tornar o processo de compra e venda mais simples, reduzindo a percentagem de compras com dinheiro físico.

Texto de Rafael Paiva Reis

Com a pandemia, o receio de manusear e trocar dinheiro físico em momentos de compra levou à digitalização de muitos negócios. Enquanto uns adoptaram tecnologias como contactless, negócios mais tradicionais, como sapateiros, apostaram, pela primeira vez, em soluções digitais. A Reduniq, marca de soluções de pagamento, tem sido um parceiro de comerciantes e empresas neste processo de digitalização, contribuindo para que a utilização de dinheiro físico na sociedade seja residual. Tiago Oom destaca que Portugal, fruto da pandemia, acelerou o processo de digitalização, adaptando-se a novos comportamentos. «Houve um enorme crescimento da digitalização de pagamentos, seja através de cartões, dispositivos móveis ou através de computadores. As entidades deixaram de ter medo de vender através destes canais e o consumidor deixou de ter medo de os usar», explica.

Para ler o artigo na íntegra consulte a edição de Outubro de 2020 da revista Marketeer.

 

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...