Receita de publicidade do Spotify recua 21%

O Spotify viu a receita de publicidade cair 21% para 131 milhões de dólares (cerca de 112 milhões de euros) no segundo trimestre deste ano face ao período homólogo de 2019. Em relação ao trimestre anterior, a quebra foi de 11%. Por outro lado, a plataforma de streaming de música parece estar a conquistar subscritores premium: a receita conquistada a partir de utilizadores dispostos a pagar para utilizar a versão sem anúncios nem limites do Spotify subiu 17% para mais de 1,7 mil milhões de dólares (1,4 mil milhões de euros). Ao todo, são 138 milhões as pessoas que escolhem a versão premium.

De acordo com os resultados divulgados pela empresa, o Spotify registou ainda um aumento de 13% na receita total, que chegou a perto de 1,89 mil milhões de dólares (1,6 mil milhões de euros).

“O nosso negócio teve um bom desempenho no segundo trimestre e continua a operar a um nível elevado apesar da incerteza contínua em torno da pandemia de COVID-19”, indica o Spotify em comunicado.

Entre Abril e Junho, o Spotify verificou também um aumento de 29% no número de utilizadores mensais activos, que se fixa agora nos 299 milhões. Um dos grandes destaques é a categoria de podcasts, cujo consumo cresceu mais de 100%. Também a publicidade associada a podcasts superou as expectativas, transformando esta área numa das mais importantes para a plataforma neste momento.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...