Que ingredientes compõem o ADN de uma marca?

exp-mktOs quatro aspirantes a “chef” estiveram à altura de Joachim Koerper. O folhado de novilho de Pedro Casquinha, o crocante de pistáchio de Rita Romão e o tártaro de atum, acompanhado de chutney de ananás, que Carlos Coelho e Miguel Rangel prepararam estavam “au point”. A conversa, também! Inspirada pelos aromas e texturas, pelo trabalho de ingredientes e composição de pratos, falou-se de ADN de marcas, desafios e relações com os consumidores.

Todas as marcas têm, de facto, um ADN? Como se cria e define?

Carlos Coelho, presidente da ivity Corp. – “Todas as marcas têm um ADN porque todas têm uma origem, nasceram de alguma coisa. Há três forças principais de ADN: as do passado – que vêm de quem cria as marcas -, as forças do presente – que condicionam os mercados e as marcas a uma actuação conjuntural – e as do futuro – que permitem inovar e antecipar tendências.”

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...