Publicidade cresce 4% em Portugal

O mercado publicitário em Portugal deverá crescer 4% este ano, atingindo os 520 milhões de euros. A previsão para os anos seguintes indica uma evolução menos acentuada de 3,8%. Isto depois de, no ano passado, ter registado um crescimento de 4,4%, segundo o estudo realizado pela Magna Global, evidenciando que o investimento está a abrandar.

A televisão é responsável pela maior quota do mercado português (48%), acima da média global (37%). Segue-se a Internet (20%), cujo crescimento previsto para 2020 indica que terá uma quota de mercado de 30%. A média europeia, porém, coloca a Internet já no lugar de principal plataforma publicitária, com especial destaque para o mobile: até ao final de 2017, é estimado que a publicidade em dispositivos móveis, a nível global, represente 50% da publicidade digital.

O mesmo estudo revela que Portugal é o mercado da Europa Ocidental com menor investimento publicitário. A nível global, o investimento deverá crescer 5,4% este ano, chegando aos 422 mil milhões de dólares (cerca de 383 mil milhões de euros). O pico verificado deve-se à realização de eventos de grandes dimensões como o Euro 2016, Jogos Olímpicos, Copa América e Eleições dos EUA.

Do total de 72 mercados analisados, o relatório da Magna Global conclui que 67 verificarão um crescimento nas suas receitas e apenas cinco terão uma quebra. Os Estados Unidos da América e a China são os países cujo investimento publicitário mais cresceu, ao passo que o Brasil apresenta a maior queda, passando de um crescimento de 5% para um de 1,9%.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...