Portugueses preferem cartão a dinheiro

Os portugueses preferem fazer os seus pagamentos com cartão bancário em vez de dinheiro. É esta a principal conclusão de um estudo da Hall & Partners sobre a utilização dos cartões de pagamento.

O estudo, que foi apresentado a um grupo de deputados da Assembleia da República, revela ainda que 89% dos portugueses possui pelo menos um cartão de débito ou de crédito, contra a média de 84% na União Europeia. Deste universo, quase metade dos portugueses usufrui dos dois métodos de pagamento.

Quando questionados sobre o actual sistema de taxas de pagamento, cerca de metade dos inquiridos disse acreditar que este acarreta custos elevados tanto para o consumidor (55%) como para o retalhista (53%). Apenas 13% dos inquiridos acredita que o mesmo sobrecarrega os bancos.

Quando confrontados com um cenário hipotético em que os custos para os retalhistas fossem reduzidos, 83% dos inquiridos revela que gostaria que fossem os bancos a pagar a diferença. “Contudo, a realidade acaba por ser bem diferente, uma vez que 64% reconhece que no final serão os próprios consumidores a ser os verdadeiros contribuintes”, refere a Hall & Partners.

Se as taxas de intermediação fossem aumentadas, 73% dos inquiridos reconhece que passaria a utilizar mais frequentemente dinheiro para fazer os seus pagamentos. “Curisosamente, cerca de metade dos portugueses afirma que continuaria a utilizar o dinheiro vivo como forma normal de pagamento, mesmo que este sistema se revelasse mais oneroso para a sociedade do que a utilização de cartões de pagamento”, destaca a empresa.

O inquérito da Hall & Partners foi realizado junto de 1006 portugueses, maiores de idade, e consistiu em 13 perguntas sobre a utilização dos cartões de débito e de crédito.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...