Portugueses pesquisam online antes de comprar

O número de consumidores que pesquisa primeiro na internet antes de comprar as prendas de Natal subiu 3% em relação ao ano passado, num total de 22%. Dados do Observador Cetelem indicam que os portugueses estão cada vez mais adeptos desta dinâmica: somando aqueles que colocam a internet em primeiro lugar e os que colocam em segundo, conclui-se que 60% dos portugueses recorre a plataformas online para pesquisar prendas de Natal – mais 17% do que em 2016.

Além disso, a internet junta-se à visita às lojas físicas e aos passeios pelas montras das zonas comerciais como melhor forma de encontrar o presente ideal. Esta última é mesmo a forma mais apreciada pelos consumidores nacionais: 75% prefere investigação no terreno, num aumento de 5% face ao ano passado.

No total dos inquiridos, apenas 3% não refere a visita a lojas e montras ou a internet como formas de pesquisa prioritárias. Trata-se de um recuo de 8%.

«A internet, seja apenas para pesquisa de informação, seja para a aquisição de produtos e serviços, veio para ficar», vaticina Pedro Camarinha, director de Distribuição do Cetelem. Em comunicado, o responsável afirma que a facilidade e comodidade de acesso sem necessidade de deslocação são duas das vantagens que contribuem para esta tendência crescente.

«No caso do Natal, este é um período de fortes enchentes nos espaços comerciais. Para muitos, o melhor método de procura da prenda certa tem que ser o mais relaxado e descontraído possível. E os canais online oferecem essa alternativa», conclui.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...