Portugueses estão a fazer mais compras físicas

Na última semana de Maio, registou-se em todo o território nacional um aumento de 9% na frequência de compras físicas através da rede Multibanco – o segundo maior incremento desde o início da crise sanitária -, em comparação com a semana anterior. Os números, revelados pela SIBS (que gere a rede Multibanco), mostram que a frequência de consumo em loja dos portugueses começa, aos poucos, a aproximar-se da média pré-pandemia.

Apesar deste aumento na média nacional, o ritmo de retoma tem sido diferente em cada região. A região de Lisboa e Vale do Tejo, que se mantém como o principal foco da pandemia, continua com os valores mais baixos no que toca às compras físicas. De acordo com os dados da SIBS Analytics, na última semana, as compras nesta região ainda estavam a 73% da frequência média que se verificava antes do surto (contra 82% da média nacional). No sentido inverso, no Alentejo o consumo em loja já ultrapassou (105%) o número médio de compras físicas pré-COVID-19.

Quanto ao valor médio gasto por cada compra na rede Multibanco, manteve-se inalterado nos 37,8 euros. Já nas compras online, o valor médio subiu ligeiramente (1,7%) para os 40,9 euros. Segundo a SIBS, os dados «acentuam a tendência de crescimento que se tem vindo a registar desde o início do processo de desconfinamento».

Ainda de acordo com a empresa, os portugueses estão a utilizar cada vez mais o MB Way para realizar compras em loja. No período em análise (de 25 a 31 de Maio), a média de compras através do MB Way ultrapassou em 90% a média que se verificava antes do início da pandemia. O serviço de pagamentos registou assim um crescimento pela décima semana consecutiva.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...