Portugueses estão a consumir menos notícias

Depois de um período de maior acompanhamento de notícias, os portugueses estão a consumir menos conteúdos noticiosos, uma tendência verificada ao longo de três semanas consecutivas.

Os dados, do Barómetro de Opinião COVID-19, da Marktest, registam que a 30 de Março, 62,4% dos inquiridos afirmavam estar a acompanhar mais notícias. Esse número iria aumentar para 70,8%, a 6 de Abril. Desde então, tem vindo a decrescer: a 13 de Abril cifrava-se em 64%, no dia 20 desceu para 60,2% e, no dia 27 de Abril, registava 57,3%.

O acesso à Internet também decaiu, depois de quatro semanas em crescendo. A 30 de Março, 58% dos inquiridos afirmavam estar a aceder mais à Internet, número que cresceu para 62,6%, a 20 de Abril. No entanto, uma semana volvida, o número baixou para 48,3%.

Na vertente oposta, o consumo de música aumentou. A 30 de Março, 28,7% referia que ouvia mais música. No dia 27 de Abril, a percentagem havia subido para 35,4%. Destaque ainda para as compras online, que aumentaram significativamente (18,5% a 30 de Março vs 29,7% a 27 de Abril).

O barómetro da Marktest analisou, ao todo, comportamentos nas áreas de telecomunicações, lazer, sociabilização, compras, vida saudável e higiene. O estudo apura que tem existido uma estabilidade de comportamentos dos portugueses nestas áreas, sobretudo na últimas duas semanas.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...