Portugueses ainda preferem lojas físicas no Natal

Os canais digitais podem ser uma boa fonte de inspiração para os portugueses, mas, quando chega o momento de comprar, a preferência ainda vai para as lojas físicas. O “Estudo de Natal 2017” da Deloitte mostra que quase nove em cada 10 portugueses continuam a privilegiar os pontos de venda físicos, maioritariamente centros comerciais, para realizar as suas compras de Natal.

Pedro Miguel Silva, associate partner de Retail & Consumer Products da Deloitte, considera que o paradigma que verificamos actualmente «decorre da maior integração entre as presenças física e digital dos retalhistas e, sobretudo, da ascensão aos mercados de consumo das gerações de nativos digitais».

Quando comparado com a generalidade dos países europeus, Portugal mostra-se mesmo mais conservador na utilização do comércio electrónico. Ainda assim, o número de inquiridos que afirma nunca ter realizado compras online é cada vez menor: passou de 16% em 2016 para 11% este ano.

Quando um produto que pretendem adquirir não está disponível na loja física que visitam, as alternativas mais referidas são procurar numa loja de outra cadeia e procurar noutra loja da mesma cadeia. Por outro lado, quando um artigo não está disponível numa loja online, a tendência dos portugueses é ir directamente a uma loja física, sendo que apenas 7% procura noutra plataforma online.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...