Portuguesa Aptoide à conquista dos países emergentes

Dos 200 milhões de utilizadores que recorrem à Aptoide para descarregar aplicações para dispositivos Android, 120 milhões dizem respeito a pessoas de países emergentes. Isto significa que 60% dos utilizadores da loja portuguesa de aplicações móveis chegam de regiões como Ásia e América Latina.

O crescimento é sustentado com produtos específicos desenvolvidos para estes mercados: no Brasil e México, os conteúdos foram traduzidos para os idiomas locais, por exemplo. Além disso, a Aptoide criou uma versão mais leve da sua loja, a Aptoide Lite. Esta versão ocupa menos memória no smartphone e consome menos dados.

«O nosso objectivo é providenciar a melhor experiência no que toca à descoberta de apps e, para isso, estamos atentos aos nossos utilizadores e ao que os move. Adaptar a nossa estratégia tem-nos permitido falar a sua linguagem e dar, aos utilizadores em qualquer parte do mundo, um ambiente personalizado focado na descoberta de aplicações», sublinha Paulo Trezentos, co-fundador e CEO da Aptoide.

Em comunicado, a Aptoide avança que o Brasil é o país em que tem mais utilizadores (mais de três milhões activos mensalmente) e que o castelhano é o idioma mais falado (20% dos utilizadores).

A ajudar na consolidação da Aptoide nos mercados emergentes está também o estabelecimento de parcerias com empresas locais, incluindo operadores de telecomunicações e fabricantes de equipamentos electrónicos. Brasil e China são exemplos de sucesso na criação de colaborações, tendo a Aptoide investido mesmo na abertura de um escritório em Shenzhen e outro em Singapura.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...