“Portugal não é grande. Nem é pequeno. É genial.”

logo-portugal-genial1Foi esta uma das premissas que deu origem à “Portugal Genial”, uma marca agregadora de produtos gourmet de origem nacional, que chega ao mercado na próxima semana, fruto de uma ideia de António Quina, fundador da empresa de experiências “a vida é bela”, de Carlos Coelho, presidente da Ivity, e de Eduardo Ferreira Gomes e Pedro Vasconcellos Silva, dois jovens empreendedores. A insígnia materializa-se em seis cabazes distintos – Cabaz do Olival, Cabaz da Vinha, Cabaz do Campo, Cabaz da Colmeia, Cabaz da Terra e Cabaz do Céu -, tendo o projecto reuniudo um conjunto de produtores portugueses, com o intuito de encontrar junto deles talento e dar-lhes “descaramento”, explica o presidente da Ivity. O arranque será marcado por propostas de vinhos e azeites, representativos das regiões do País, doces, geleias, compotas, vinagres, biscoitos, entre outros. Mas se, numa fase inicial, a oferta terá a gastronomia por protagonista, estão já a ser feitos contactos no sentido de alargá-la a produtos culturais, como música e livros, garantem os responsáveis pela marca.

“Produtos genialmente portugueses ” é a assinatura da “Portugal Genial” que “nasce da vontade de promover a produção nacional pelo mundo fora, não sem antes fazê-lo dentro de portas”, adianta a insígnia. E o projecto, salienta Carlos Coelho, não deixa de assumir um lado “sonhador”, ou não tivessem mesmo os seus produtos um “certificado de qualidade emocional”.

“Seria um desperdício ficarmos só por cá e prometemos que não o faremos. Mas é em casa que queremos começar”, reforça. De facto, ainda que numa primeira fase a marca seja comercializada em Portugal, tem definidos os objectivos de expansão internacional. Para o ano a “Portugal Genial” rumará aos mercados espanhol e brasileiro, estando na calha, também, EUA, Oriente e outros países da América do Sul.

“Portugal Genial”, criada em 2004 por Carlos Coelho, actua agora em parceria com “a vida é bela”. Nesse sentido, os cabazes da marca podem ser adquiridos em formato de voucher, numa lógica semelhante às experiências da insígnia de António Quina. Cada voucher permite uma selecção entre dois cabazes, e para adquiri-lo pode aceder-se ao site da marca, em www.portugalgenial.net, e escolher-se directamente um cabaz, ou então trocar-se um voucher previamente recebido. O cabaz pode ser depois levantado numa das cerca de 20 “Lojas Gourmet Geniais” que se associaram ao projecto e se encontram em vários distritos do País, ou enviado pelo correio.

Em termos de pontos de venda, e para além do site da marca e da referida rede de lojas parceiras, os cabazes podem também ser encontrados no quiosque da insígnia, presente no Centro Comercial Colombo.

O “Cabaz do Olival” e o “Cabaz da Vinha”, inseridos na categoria “Mercearia Autêntica”, assumem um custo de 19,90 euros. Já na categoria “Mercearia Fina”, o “Cabaz do Campo” e o “Cabaz da Colmeia” apresentam um preço de 26,90 euros, ao passo que na “Mercearia Sublime” o “Cabaz da Terra” e o “Cabaz do Céu” custam 49,90 euros cada.

O desenvolvimento da imagem da “Portugal Genial”, bem como a sua estratégia de marketing, ficaram nas mãos da Ivity. Centrando-se de momento na área alimentar, a marca abarcará em breve outros sectores, e o mesmo acontece com a produção. Actualmente os cabazes incluem produtos com rótulo do fornecedor, mas o objectivo é que estes venham a criar produtos exclusivos para a insígnia “Portugal Genial”.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...