Porque o digital é essencial para qualquer empresa em 2021?

Por Ana Barros, directora executiva da OutMarketing

Parece que já passaram anos desde que o governo anunciou a transformação digital e a transição para uma sociedade digital como um dos desafios estratégicos para o país (1 e 2). Na verdade, foi há pouco mais de um ano, a 26 de Outubro de 2019. Na altura, estávamos longe de imaginar que dois meses depois ia explodir uma pandemia de um novo coronavírus.

Entretanto, tivemos de reinventar formas de comunicar uns com os outros, de trabalhar, de nos mantermos activos, de celebrar aniversários e até de nos despedirmos. A transição digital, que até então tinha parecido um objectivo a alcançar a médio prazo, meteu o acelerador a fundo. Ao longo de 2020, muitas mudanças digitais aconteceram 20 a 25 vezes mais rápido do que o planeado, incluindo o trabalho remoto e a adesão ao e-commerce (3).

Mas porque é que o digital é essencial para qualquer empresa em 2021? Não é apenas uma questão de sobrevivência imediata, tal como aconteceu em 2020. Este ano, depois de passar pela curva de aprendizagem tão abrupta do ano passado, é hora de cimentar as novas práticas, analisar o que ainda pode melhorar e aumentar a resiliência do tecido empresarial.

Estes três pontos terão consequências muito para lá de 2021. Segundo a McKinsey, as empresas que se tornaram mais resilientes depois da última crise económica tiveram melhores resultados durante toda a década, mesmo quando a economia já tinha recuperado (4). É razoável pensar que a história se vai repetir depois da crise que atravessamos agora.

Por outras palavras, as empresas que reagiram melhor e mais rápido à nova crise e aos novos hábitos dos consumidores levam “tempo de avanço”. Não só porque tiveram oportunidade de fidelizar consumidores durante a pandemia, mas também porque as
transformações digitais exigem alterações na cultura empresarial, mais colaboração, foco no cliente e, claro, disposição para tomar alguns riscos (5).

Mesmo depois da pandemia, já não haverá um retrocesso – o digital é o novo normal. As empresas que resistam a esta mudança, independentemente do sector, estão condenadas a ficar desconectadas dos seus clientes. Por mais irónico que pareça, em 2021 está desligado da realidade ao desligar-se do digital.

Contudo, até as empresas que estão a passar por esta transição acelerada enfrentam os seus desafios. Antes da pandemia, a percentagem de empresas que notavam melhorias e um aumento sustentado de produtividade depois de implementar novas tecnologias estava abaixo dos 30% (6). Para conseguir navegar nesta onda, precisamos de olhar para as lições do passado.

Entre as empresas que realmente implementaram novas tecnologias com sucesso, há um conjunto de factores que se repete. Um é ter um líder – em vez de um gestor – com “inteligência digital” que se manifesta no dia-a-dia e encoraja toda a equipa a experimentar novas formas de trabalhar. Outro factor decisivo é investir na formação dos colaboradores, de forma a que se adaptem a novas tecnologias com facilidade e a prepará-los para o futuro.

Afinal de contas, há uma coisa que não muda: os colaboradores são o motor de qualquer empresa. Por isso, em qualquer alteração de fundo, deve ter sempre em consideração o seu input e incentivar a comunicação. É normal haver dúvidas, é normal haver falhas. Tudo isso é normal e até saudável. A abertura para comunicar é o primeiro passo da melhoria contínua.

Este ano será difícil para todas as empresas. Muitas até se podem retrair na esperança de encurtar o orçamento para sobreviver ao período de crise. Mas devemos ter a consciência de que todas as crises só se superaram com inovação e resiliência, por isso é altura de arriscar. Em 2022, pode já ser tarde mais.

(1) – https://www.portugal.gov.pt/pt/gc22/comunicacao/tema?i=123

(2) – https://www.portugal.gov.pt/pt/gc22/comunicacao/noticia?i=transicao-da-economia-para-o-digital-e-desafio-estrategico-do-pais

(3) – https://www.mckinsey.com/featured-insights/coronavirus-leading-through-the-crisis/charting-the-path-to-the-next-normal/a-pandemic-digital-silver-lining-companies-digitized-many-activities-20-to-25-times-faster-during-covid-19

(4) – https://www.mckinsey.com/featured-insights/coronavirus-leading-through-the-crisis/charting-the-path-to-the-next-normal/companies-that-take-steps-to-improve-resiliency-now-could-see-benefits-for-years

(5) – https://www.mckinsey.com/business-functions/mckinsey-digital/our-insights/culture-for-a-digital-age
(6) – https://www.mckinsey.com/business-functions/organization/our-insights/unlocking-success-in-digital-transformations#

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...