Polónia dinamiza vendas da Jerónimo Martins

Alexandre Soares dos SantosO grupo de distribuição Jerónimo Martins encerrou o ano passado com vendas consolidadas no valor de 9,8 mil milhões de euros, o que corresponde a um aumento de 13,2% face ao período homólogo. Os dados preliminares ontem divulgados revelam ainda que o grupo está a crescer mais na Polónia do que em Portugal.

As vendas da cadeia de distribuição Biedronka cresceram 20,4% para um total de 5,8 mil milhões de euros no ano passado. O volume de negócios da rede polaca contribiuiu assim para 58,8% das vendas consolidadas do grupo português, justificando a abertura de 239 novas lojas na Polónia em 2011.

O ritmo de crescimento fora de portas, que contrasta com o “ambiente de cada vez maior degradação do poder de compra dos consumidores” portugueses demonstra, segundo o comunicado ontem divulgado pela Jerónimo Martins, que o grupo “opera em dois países com duas dinâmicas económicas distintas”.

As vendas líquidas do Pingo Doce cifraram-se em cerca de 2,9 mil milhões de euros, mais 4,2% do que em 2010. Este crescimento reflecte a abertura de sete lojas no ano passado. Já as vendas do Recheio aumentaram 4,9% para 756 milhões de euros.

“O desempenho das vendas em 2011 revela a adequação da solidez das propostas de valor dos vários formatos do Grupo, num contexto em que a expansão da Biedronka, enquanto motor de crescimento e rentabilidade do Grupo, continua a principal prioridade estratégica”, conclui a Jerónimo Martins.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...